Começa a valer hoje suspensão de venda de 46 planos de saúde de 13 operadoras

Está suspensa, a partir desta segunda-feira, a venda de 46 planos de saúde de 13 operadoras de todo o país. A punição aplicada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é resultado do programa de monitoração de desempenho do setor, que apurou reclamações de consumidores sobre problemas de cobertura assistencial, prazo de atendimento e rede credenciada.

Os 46 planos planos atendem 570 mil beneficiários atualmente. Para esse grupo, o atendimento está garantido, segundo a ANS. A restrição é apenas para a captação de novos clientes, justamente para que a empresa possa regularizar a prestação de serviços aos beneficiários que já fazem parte da sua carteira.

Do total de 46 planos, 11 pertencem à Unimed-Rio. Para essa suspensão, a ANS considerou dados do quarto trimestre de 2018 (entre 1º de outubro e 31 de dezembro).

Paralelamente à suspensão desses 46 planos, a agência liberou a comercialização de outros sete, vendidos por duas operadoras, que haviam sido suspensos em ciclos de monitoramento anteriores. Esses produtos poderão voltar a ser vendidos a novos clientes também a partir desta segunda-feira, informa o Extra.

Como reclamar

Para registrar uma reclamação, o usuário pode utilizar o Disque ANS (0800-701-9656). Outras opções são a Central de Atendimento ao Consumidor, no portal da agência ( www.ans.gov.br ), e um dos 12 núcleos localizados em diferentes cidades do Brasil. Somente no quarto trimestre, foram registradas 19.186 reclamações de natureza assistencial.

Leia a nota da Unimed na íntegra

“A Unimed do Brasil informa que as operadoras pertencentes ao Sistema Unimed que tiveram suspensa a comercialização de planos de saúde, por meio do ciclo de monitoramento da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) referente ao 4º trimestre de 2018, estão trabalhando para melhorar a qualidade dos serviços prestados aos seus beneficiários e atender às exigências da ANS.

O Sistema Unimed é constituído por 345 cooperativas presentes em 84% do território nacional. Para manter o padrão de excelência no atendimento aos 18 milhões de beneficiários em todo o país, a Unimed do Brasil — que representa institucionalmente a maior rede de assistência médica do Brasil — oferece apoio na adequação do planejamento econômico e financeiro das operadoras do sistema, respeitando a autonomia administrativa de cada uma delas.

A qualidade do atendimento prestado ao beneficiário é fundamental para a Unimed. As cooperativas mantêm uma operação sustentável, com 98% das operadoras avaliadas nas duas faixas mais altas do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS 2017). Entre as 274 cooperativas da marca Unimed que foram avaliadas, 270 conquistaram as duas melhores faixas de classificação — com notas de 0,60 a 1,00 — sendo que juntas essas operadoras são responsáveis pelo atendimento de 16,4 milhões de clientes. As outras quatro Unimeds ficaram na terceira melhor faixa – com notas de 0,40 a 0,59 – e nenhuma operadora Unimed foi avaliada com notas abaixo de 0,40″.

11/03/2019