Promotoria recomenda que CSA ofereça melhores acomodações as torcidas adversárias

A promotoria da Defesa do Consumidor estabeleceu um prazo de 24 horas para que o presidente do CSA, Rafael Tenório responda sobre a recomendação feita ao clube sobre a acomodação dos times adversários durante os jogos com mando de campo.

De acordo com o promotor Max Martins, nos jogos em que o CSA tiver o mando de campo, a presidência do clube se abstenha de colocar a torcida visitante em local destinado a um número inferior de torcedores, a exemplo da ilha de contenção, “provendo a torcida visitante locais com boas acomodações e a segurança necessária, diante do flagrante desrespeito às normas do Estatuto do Torcedor”.

A promotoria colocou ainda que tomou conhecimento da situação em ofício encaminhado pelo Comando de Policiamento da Capital, durante reunião preparatória para a partida entre os clubes Internacional e CSA, onde foi informada que os torcedores da torcida visitante ficariam na ilha de contenção, local este destinado para o máximo de 200 torcedores.

O presidente do CSA deverá apresentar sua resposta à recomendação, se aceita ou não, por escrito para promotoria.

11/10/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *