Terçol: é contagioso ou não, quais sintomas gera, como curar e mais dúvidas respondidas

Caracterizado por uma protuberância vermelha e dolorosa perto da extremidade da pálpebra, o hordéolo, popularmente conhecido como terçol, tem aspecto de furúnculo ou espinha e, apesar de não ser considerado grave, pode causar dores e desconfortos.

Terçol: o que é?

O terçol é um processo inflamatório que envolve as glândulas da pálpebra que produzem gordura e que, quando entopem ou são infectadas por uma bactéria, provocam o problema na região dos olhos.

De acordo com João Baptista Malta, oftalmologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o terçol normalmente é caracterizado pelo aparecimento de lesão semelhante a uma pequena “bolinha” na região da borda da pálpebra perto dos cílios. Em geral, o terçol drena e desaparece espontaneamente.

Processos inflamatórios crônicos, oleosidade excessiva da pele e uso crônico de lentes de contato podem ser alguns dos fatores responsáveis pelo aparecimento do terçol.

É contagioso?

O terçol não é contagioso e, normalmente, dura entre 15 e 20 dias.

Sintomas

De acordo com informações do Hospital São Lucas, os principais sintomas de terçol são:

  • Dor local
  • Calor e vermelhidão
  • Sensação de corpo estranho no olho
  • Lacrimejamento
  • Fotofobia

O terçol dói bastante em sua fase mais aguda e, em alguns casos, pode exigir uso de medicamentos orais e/ou colírios contento antibióticos e anti-inflamatórios.

Tratamento

Inicialmente, o terçol pode ser tratado em casa com medidas simples, como a limpeza da base palpebral com xampus de pH neutro, compressas de água mineral ou filtrada quente, além de massagem local para drenar a secreção da glândula.

Colírio

Apenas em casos de terçol associado a uma infecção há necessidade de uso de colírio antibiótico. O medicamento deve ser aplicado somente com indicação médica.

Antibiótico

De acordo com informações do Ministério da Saúde, o uso de comprimidos de antibiótico sistêmico é indicado em casos em que há complicação do quadro, ou seja, quando a inflamação sai da borda da pálpebra.

14/10/2019