Britânica é esfaqueada por palestino em Jerusalém

Britânica é esfaqueada por palestino em Jerusalém

Uma jovem de 25 anos, natural do Reino Unido, morreu nesta sexta-feira (14) após ser esfaqueada por agressor em Jerusalém. O serviço de segurança israelense afirma que palestino sofre de problemas mentais. Ela estava dentro de um bonde no centro histórico da cidade, afirmou a polícia israelense, que prendeu o agressor.

A turista foi levada do local em “estado crítico”, vindo a morrer no hospital. O serviço de segurança interna israelense Shin Bet identificou o agressor como Jami Tamimi, um palestino de 57 anos residente em Jerusalém Oriental.

De acordo com Shin Bet, o agressor sofria de problemas mentais, tendo sido condenado em 2011 por ter abusado sexualmente de sua filha.

“Este é um dos muitos casos em que um palestino sofrendo de conflitos pessoais (…) decide realizar um ataque, a fim de encontrar a libertação de seus problemas”, afirmou o serviço de segurança em declaração, acrescentado que Tamimi já havia tentado cometer suicídio engolindo uma lâmina de barbear.

Nova onda de violência

Uma porta-voz da polícia informou ainda que a jovem foi morta dentro de um bonde que circulava junto às muralhas da Cidade Velha de Jerusalém, uma zona muito frequentada por cristãos e judeus que celebram, respectivamente, a sexta-feira Santa e o Pessach (Páscoa judaica).

Desde outubro de 2015, Israel enfrenta uma nova onda de violência. Nesse período, palestinos mataram 41 israelenses e cinco estrangeiros, sobretudo por esfaqueamento.

No mesmo espaço de tempo, as forças israelenses mataram 243 palestinos que identificaram como agressores. Nos últimos meses, no entanto, os ataques haviam diminuído.

terra

14/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *