Empresário afasta risco de aposentadoria de Anderson Silva

Empresário afasta risco de aposentadoria de Anderson Silva

Ao que parece, os fãs de Anderson Silva podem ficar tranquilos com relação à uma possível aposentadoria do atleta. Apesar das ameaças feitas pelo ‘Spider’ no último dia 1° – quando apontou que penduraria as luvas caso não houvesse uma luta por cinturão – e da indiferença do presidente do UFC, Dana White, que negou categoricamente a chance de disputar o título interino ao ex-campeão peso-médio (84 kg), o empresário do veterano, Jorge Guimarães, não acredita que o brasileiro irá parar de lutar agora. Pelo contrário.

Na visão de ‘Joinha’, Anderson já construiu o seu legado no esporte e acumulou uma fortuna que o permite aposentar e viver uma vida tranquila longe dos cages. Contudo, mesmo assim, o empresário acredita que o ex-campeão ainda está longe de pendurar suas luvas. De acordo com empresário, o Spider vem treinando muito bem e, inclusive, fez mudanças em sua dieta para melhorar sua alimentação, atesta o msn.

“O Anderson hoje em dia tem condições de se aposentar quando quiser. Ele já fez o suficiente no esporte e por esse esporte. Construiu seu legado e defendeu seu título dez vezes em uma sequência de 16 vitórias seguidas. Então, ele tem todo o direito de se aposentar. Mas, eu como empresário, acho que ele ainda tem muita lenha para queimar. Eu vejo ele treinando e nada mudou desse tempo para cá – apenas a idade. Muito pelo contrário. Ele mudou seus hábitos alimentares e está se alimentando de uma forma como nunca fez antes. Ele está treinando de forma muito inteligente e eu acho que ele ainda pode dar muito trabalho e, inclusive, ganhar esse cinturão de volta”, contou em conversa com a reportagem da Ag. Fight.

Apesar da declaração de Anderson sobre a possibilidade de se aposentar e do aparente clima hostil que se instalou entre o brasileiro e o presidente do UFC, Dana White, Joinha fez questão de minimizar toda a situação. Para o empresário, nada mudou para o Spider com relação à sua vontade de lutar novamente.

“Tudo isso é indiferente, ele estava com algumas coisas atravessadas na garganta e tirou do sistema. Ele meio que quis falar, mas nada mudou, a motivação continua igual.

A polêmica entre Anderson e o Ultimate começou depois que Kelvin Gastelum, escalado para enfrentar o Spider no UFC Rio, evento que será realizado no próximo dia 3 de junho, foi flagrado em um exame antidoping por uso de maconha e retirado do card. Desde então, o atleta e a organização não entraram em acordo para uma possível outra luta.

11/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *