Mulher é vítima de estupro ao sair para procurar emprego no ES

Ela estava andando às margens da Rodovia do Contorno quando foi abordada pelo criminoso.

Uma mulher de 29 anos foi estuprada por um homem enquanto procurava emprego, na tarde de terça-feira (11), em Cariacica, no Espírito Santo. Ela estava andando pela margem da Rodovia do Contorno, rumo a uma empresa onde deixaria o último currículo, quando foi abordada e violentada pelo criminoso.

A mulher, que está desempregada desde o começo do ano, entregou currículos para o cargo de auxiliar de serviços gerais em empresas que ficam na região e voltava a pé para a casa.

No caminho, ela decidiu passar em uma outra empresa para entregar o último currículo. Mas, antes de chegar no local, foi surpreendida pelo criminoso.

“Ele chegou andando do meu lado e comentando que emprego estava difícil. Concordei, e disse que tinha acabado de deixar currículos em algumas empresas e estava indo para casa. Então ele falou que conhecia o dono de uma empresa e que poderia me levar lá para entregar o meu currículo”, lembrou.

Acreditando no criminoso, a vítima o acompanhou até onde ele havia prometido. E foi nesse momento que ele a segurou pelo braço e praticou o estupro.

“Estávamos conversando sobre currículos e emprego no caminho. Quando vi que o local era isolado, quis voltar. Então ele segurou nos meus pulsos, disse que eu não iria voltar, e me levou para o matagal”, disse.

Durante o ato, o criminoso deixou a mochila dele aberta. Além disso, mostrava uma carteira com distintivo policial a todo momento, afirmando que não aconteceria nada com ele, de acordo com a vítima.

“Eu achei que havia uma arma dentro da mochila. Mesmo assim, arrisquei e comecei a dar cotoveladas, a chorar. Implorei para ele não me matar. Ele viu que eu estava nervosa e então disse que com mulher nervosa não dava para fazer nada.”

A vítima conseguiu se desvencilhar e correu para a rodovia. Ele a seguiu e pagou passagem de ônibus para os dois saírem do local. Em seguida, ela foi para casa e ele fugiu no coletivo.

Investigação

Durante a tarde desta quarta-feira (12), a vítima compareceu à Delegacia da Mulher (Deam) de Cariacica, onde prestou depoimento. “Ela foi encaminhada para exames de lesão e conjunção carnal. Estamos fazendo o trajeto que o criminoso pode ter feito na busca por imagens de câmeras de segurança”, afirmou a delegada titular da Deam, Michele Meire.

g1

13/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *