SUP até às piscinas naturais é opção de lazer para a Páscoa em Maceió

Na maré baixa a prática de standup paddle se destaque na orla da capital. Foto: João Schwartz

Escolha um dia de maré baixa, encontre um ponto da Ponta Verde para alugar uma prancha de stand up paddle (SUP) ou caiaque, pergunte a direção de uma das piscinas naturais e leve uma máscara e snorkel. Isso é tudo que você precisa.  Assim que você começa a remar, o silêncio toma conta e você só ouve o barulho do remo entrando e saindo da água que respinga de forma refrescante no seu pé. À frente, uma imensidão azul por onde você vai remar até alcançar pontos como a Piscina do Amor, da Pedra Virada, ou o Lago Azul. Nesse último, dá pra ficar em pé e mergulhar entre corais cérebro, anêmonas e peixes coloridos.

A Pedra Virada é uma formação arenítica de frente para o alto mar que você vai alcançar depois de 30 minutos de remada. Se o dia for de pouco vento, o exercício é absolutamente tranquilo e não exige nenhuma experiência. Quando está ventando, se estiver de stand up, o seu maior risco é levar um delicioso tombo na água e retomar a remada mais fresquinho.  O mais importante é começar a mini-expedição na hora certa. Consulte sempre no dia anterior depender da maré, o ideal é sempre pesquisar quando ela estará baixa e ir 20 minutos antes. Chegando lá, você pode relaxar, tomar sol na própria prancha, mergulhar com snorkel margeando corais entre peixes coloridos. Depois você pode explorar outras piscinas rasas nos arredores também repletas de corais.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *